Semana On

Segunda-Feira 15.out.2018

Ano VII - Nº 324

Governo

Coluna Marco Eusébio Online

Para Marun, Cunha impediu o Brasil de virar uma Venezuela

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 03 de Outubro de 2018 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Carlos Marun gravou um vídeo de apoio a candidatura de Danielle Cunha (MDB) a uma cadeira de deputada federal pelo Rio de Janeiro, em que desfila elogios ao pai dela, Eduardo Cunha. O ministro diz que Cunha "foi um presidente extremamente competente da Câmara", o "grande líder do processo de impeachment de Dilma Rousseff" e frisa: "Quem quiser saber como seria o hoje o Brasil sem o Eduardo Cunha, é só dar um pulinho ali na vizinha Venezuela".

Com a repercussão do teor do vídeo no blog Radar da revista Veja ontem, Marun enviou hoje a seguinte mensagem aos seus contatos no WhatsApp:

"Não sei deixar aliado ferido para trás. Sei que ser vira casaca é característica de muitos e que estes até se dão bem, mas simplesmente isto não é do meu feitio. Assim sendo, atendendo a um pedido da candidata do meu partido Daniele Cunha, filha de Eduardo Cunha, gravei um vídeo de apoio à sua candidatura. Sabia que isto teria repercussão nacional. Mas isso não me traz medo. Medo eu só tenho de contrariar minha consciência. E isto é coisa que eu não faço." Veja abaixo o vídeo.
 

Delcídio sobre professor preso por compra de votos: 'Desespero de quem vai perder'

Delcídio do Amaral (PTC) classificou como "flagrante armado" a prisão de um professor de 35 anos que supostamente estaria pagando eleitores para adesivar veículos com material de sua campanha ao Senado, feita ontem pela Polícia Federal em Campo Grande. "Flagrante armado no desespero e no vale tudo de candidatos que vão perder", afirmou Delcídio ao Estadão de S.Paulo. O professor, cujo nome não foi divulgado, responderá por corrupção eleitoral, e pode pegar até 4 anos de prisão, além de multa. Em nota, o presidente do PTC-MS, Cezar Gazolla, disse que o partido não contratou cabos eleitorais para Delcídio e que o episódio é "armação política" que deve ser investigada. A Polícia Federal investiga o caso.

Ufólogo repudia homenagem de deputados a criador do ET Bilu que virou piada em MS

Gerou nota de repúdio do ufólogo Ademar José Gevaerd, editor da Revista UFO, e virou charge no site Midiamax, de Campo Grande, a moção de congratulações entregue nesta semana pela Assembleia Legislativa de MS a Urandir Fenandes de Oliveira, que comanda a empresa Dakila no município de Corguinho (MS) onde atrai visitantes há mais de uma década e meia com supostos fenômenos e aparições de objetos voadores não identificados, e ficou famoso em todo o Brasil há cerca de dez anos com o "ET Bilú", alguém fantasiado que virou notícia nacional. Agora, Urandir também prega que a Terra não seria esférica, mas teria um formato convexo, quase plano. Questionado pelo Midiamax, o deputado Paulo Siufi, autor da moção junto com o presidente da Assembleia Júnior Mochi (ambos do MDB), disse que desconhecia o Bilú e prometeu verificar a denúncia de Gevaerd sobre a fraude. "“Eu nunca tinha ouvido falar nesse ET Bilu. O que me foi passado era que a instituição dele [Urandir] era de assistência social na cidade de Corguinho".

Bernal diz vai disputar eleição e recorrer ao Supremo: 'Não é o MDB que vai impedir'

Alcides Bernal (Progressistas) vai entrar com embargo contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, a pedido da coligação liderada pelo MDB, barrou por cinco votos a dois ontem sua candidatura, disputará as eleições para uma cadeira de deputado federal neste domingo, dia 7, e depois vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Foi o que afirmou o ex-prefeito de Campo Grande em mensagem de áudio à coluna. Bernal diz que essa situação já foi julgada "por duas vezes" pelo TSE, em 2014 quando disputou o Senado após ter o mandato de prefeito cassado pela Câmara, e em 2016, quando de volta ao cargo disputou a reeleição para a prefeitura com aval da própria Corte superior da Justiça Eleitoral. Bernal, que em nota à imprensa disse sua candidatura "incomoda grupos políticos e econômicos", disse ao Blog: "Não é esse MDB de Michel Temer, de Marun, de Eduardo Cunha e de outros que todos sabemos quais são, que vai impedir o povo de escolher seu representante". Ouça o áudio.

Iran das Neves presidirá o TCE-MS

O conselheiro Iran Coelho das Neves, atual corregedor-geral do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), vai assumir a presidência da Corte Fiscal em mandato que começará no dia 1º de janeiro de 2019 a vai até o fim de 2020, em substituição a Waldir Neves, que exerce o segundo mandato na presidência e não pode mais concorrer ao cargo. A chapa única que será eleita nesta tarde tem Flávio Kayatt como vice-presidente e Ronaldo Chadid como corregedor-geral.

Tereza Cristina anuncia apoio da bancada ruralista a Jair Bolsonaro na reta final

A deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), presidente da Frente Parlamentar da Agricultura que reúne 261 deputados e senadores no Congresso, se reuniu com Jair Bolsonaro (PSL) na residência do candidato e anunciou o apoio do grupo à sua candidatura na reta final do primeiro turno das eleições presidenciais. Em nota, a deputada de Mato Grosso do Sul afirma que a decisão da frente atende "ao clamor do setor produtivo nacional, de empreendedores individuais aos pequenos agricultores e representantes dos grandes negócios".

Veja a integra da nota:

“A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que reúne 261 deputados federais e senadores, anuncia apoio oficial ao candidato do PSL Jair Messias Bolsonaro, atendendo ao clamor do setor produtivo nacional, de empreendedores individuais aos pequenos agricultores e representantes dos grandes negócios.

Como signatária do apoio irrestrito às ações do Judiciário e do Congresso Nacional durante o processo de impeachment, a FPA reafirma seu compromisso com o desenvolvimento sustentável da nossa agricultura e do Brasil.

Entendemos que a geração de empregos e renda é a melhor forma de garantir estabilidade econômica e social, alcançando toda a população.

Alavancar nosso desenvolvimento econômico é a grande oportunidade de resgate da dignidade do povo brasileiro, a partir da construção de um Estado que proporcione educação, saúde e segurança pública de qualidade.

As recentes pesquisas eleitorais trazem o retrato da polarização na disputa nacional, o que causa grande preocupação com o futuro do Brasil.

Portanto, certos de nosso compromisso com os próximos anos de uma governabilidade responsável e transparente, uniremos esforços para evitar que candidatos ligados à esquemas de corrupção e ao aprofundamento da crise econômica brasileira retornem ao comando do nosso País.

TEREZA CRISTINA Presidente da FPA

Mudança de nome da Guarda Municipal de Campo Grande avança na Câmara

Na primeira sessão da semana, vereadores aprovaram por unanimidade hoje a emenda à Lei Orgânica do Município (LOM) nº 78/18 que muda o nome da Guarda Municipal para Polícia Municipal ou Polícia Metropolitana de Campo Grande, sem alteração de atributos. Como tem assinatura de autoria de 16 dos 29 vereadores, a proposta deve também passar em segunda votação nos próximos dias e enviada à sanção do prefeito Marquinhos Trad (PSD), a quem caberá escolher qual dos dois nomes será adotado. O presidente do sindicato da categoria, Hudson Bonfim, diz que a medida trará segurança jurídica maior à corporação e deve aumentar a sensação de segurança da população. "Para algumas pessoas leigas, não somos polícia", disse à imprensa.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Marco Eusébio

Marco Eusébio

Jornalista, blogueiro e analista político.


Saiba mais sobre Marco Eusébio...