Semana On

Quarta-Feira 19.set.2018

Ano VI - Nº 320

Prefeitura

Coluna Marco Eusébio Online

Estou sendo enxovalhado, diz Marun sobre ação da PF

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 05 de Julho de 2018 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Carlos Marun reagiu irritado à Operação Registro Espúrio deflagrada pela Polícia Federal que o associou a um esquema de fraudes de registros sindicais no Ministério do Trabalho (leia aqui). "Estou sendo enxovalhado por causa de uma safadeza", afirmou o ministro da Secretaria de Governo à imprensaa, onde também defendeu a aprovação de uma lei "contra o abuso de autoridade".

 Marun leu uma nota e disse que "nunca" pisou no Ministério do Trabalho, mas afirmou que, em um procedimento de "rotina", mandou uma assessora acompanhar sindicalistas de Mato Grosso do Sul numa visita à pasta. Disse ainda que apresentará na segunda-feira (9) uma "representação contra esse vazamento e atitudes que tentam me denegrir", na Corregedoria da Polícia Federal e na Procuradoria Geral da República.

Depois de ler a nota, Marun, em alusão às investigações da PF contra o presidente Michel Temer, afirmou que quando resolveu "alertar e protestar contra os abusos praticados por setores das instituições brasileiras que deviam zelar pela legalidade, fui alertado e até sabia que poderia ser alvo de retaliações". "Só não imaginava que elas poderiam vir de forma tão covarde e pulsilâmine" acrescentou. "Se alguém fez isso pensando que ia me assustar, se enganou redondamente", disse Marun, que depois respondeu perguntas dos repórteres e até abalou o suporte dos microfones e justificou: "estou meio bravo".

Dagoberto volta ao comando do PDT e Schimidt assume campanha de Odilon

O deputado federal Dagoberto Nogueira reassumiu a presidência do partido no lugar de João Leite Schimidt que se afasta para, como ele próprio anunciou, coordenar a campanha do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira ao governo do estado. O ex-deputado federal Antônio Carlos Biffi passa de segundo-vice para a condição de vice-presidente do partido. Schimidt anunciou que na semana que vem passará a atender no escritório político de Odilon, onde vai receber dirigentes de outros partidos para conversar sobre alianças.

PDT marca para o dia 21 convenção que deve confirmar candidatura do juiz Odilon

Foi marcada para o dia 21 deste mês, um sábado, a convenção regional do PDT que, conforme o partido, vai confirmar a candidatura de Odilon de Oliveira ao Governo de Mato Grosso do Sul. A edição do edital, que deve ser publicado até oito dias antes, foi o último ato de João Leite Schimidt na presidência do PDT.

Convenção do MDB será no dia 21 em MS

Pré-candidato ao governo e presidente do partido em Mato Grosso do Sul, André Puccinelli anunciou que a convenção do MDB para oficializar os candidatos da sigla e partidos aliados nas eleições deste ano, será no dia 21 deste mês, em Campo Grande. "Já no dia 21 realizaremos nossa convenção e assim que forem registradas as candidaturas partiremos para campanha franca", afirmou.

Guilherme Boulos em Campo Grande

Mais um presidenciável visitará Campo Grande. O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e pré-candidato à Presidência pelo PSol, Guilherme Boulos, confirmou que visitará a cidade no dia 24 deste mês, informa o presidente regional do partido. "Boulos chega às 8 horas e vai falar com Mato Grosso do Sul através de vários órgãos de imprensa. Depois, participa de atividades do partido no período da tarde e deixa a cidade no início da noite", disse Lucien Rezende.

Alckmin defende reeleição de Azambuja

O presidenciável Geraldo Alckmin participou nesta semana, em Campo Grande, de reunião com empresários na Fiems. Ele também se encontrou com partidários na sede regional do PSDB e almoçou com lideranças tucanas. Em Dourados, o presidenciável defendeu a reeleição de Reinaldo Azambuja, afirmando que o governador "fará um trabalho ainda melhor" no segundo mandato. "Como governadores, enfrentamos um grande período de recessão, mas acredito que nos próximos quatro anos o Brasil irá crescer economicamente, fazendo com que Azambuja dê continuidade ao trabalho", disse o ex-governador de São Paulo.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Marco Eusébio

Marco Eusébio

Jornalista, blogueiro e analista político.


Saiba mais sobre Marco Eusébio...