Semana On

Segunda-Feira 21.mai.2018

Ano VI - Nº 303

Prefeitura

Coluna Marco Eusébio Online

Recebido por apoiadores, Bolsonaro concluiu agenda em Dourados

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 09 de Fevereiro de 2018 - Marco Eusébio

Aos gritos de "mito" e "queremos Bolsonaro presidente do Brasil" e carregado por apoiadores, o deputado Jair Bolsonaro teve uma recepção de ídolo ao desembarcar em Dourados para sua visita de dois dias (veja o vídeo abaixo). Depois de discursar para produtores no Sindicato Rural, o presidenciável fez palestra para empresários na Associação Comercial da cidade.

André sugere 'chapa boa' com Odilon sendo seu vice e Azambuja para senador

"Olha só que chapa boa... André pré-candidato ao Governo, Odilon de vice e Reinaldo de Senado. Tá topada". A hipotética chapa foi sugerida pelo ex-governador André Puccinelli (MDB) ao fim de entrevista ao radialista Otávio Neto, na rádio CBN de Campo Grande, em que reiterou que vai até o fim no projeto de voltar a disputar o Governo de MS neste ano, negando suposições de que poderia concorrer ao Senado ou à Câmara para assegurar foro privilegiado numa eleição "mais fácil". Na entrevista, André falou de pré-campanha iniciada em Costa Rica, respondeu sobre ter como adversários na eleição o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT), disse que "essas inverdades que assacam contra mim não tiveram denúncia formalizada, eu entendo que foi mais uma ação política do que uma ação de direito" (em referência à Lama Asfáltica), e respondeu sobre a paternidade do inacabado Aquário do Pantanal citando parábola de suposta decisão do rei Salomão diante de duas mães que disputavam um filho. Veja a íntegra no vídeo abaixo:

Justiça cassa vice-prefeito de Bonito

O vice-prefeito de Bonito, José Arthur Soares de Figueiredo (MDB), teve o mandato cassado pela Justiça depois de ser condenado por contratação irregular de servidores quando foi prefeito da cidade turística, de 2008 a 2012, conforme denúncia do Ministério Público. A decisão foi publicada ontem em Diário Oficial diz que José Arthur teve os direitos políticos suspensos por cinco anos, terá pagar multa de R$ 200 mil (10 vezes o salário do prefeito) e não poderá fechar qualquer contrato ou receber dinheiro do poder público por três anos. José Arthur tem até o dia 19 deste mês para se manifestar à Justiça.

Pedro Chaves confirma ida para o PRB

De saída do PSC, o senador Pedro Chaves vai se filiar ao PRB. O ato político, informou o senador, está marcado para às 18h do dia 26 deste mês na sede campestre do Clube Nipo Brasileiro, em Campo Grande com participação do presidente nacional da sigla, o ex-ministro de Indústria e Comércio Marcos Pereira, senadores, deputados federais e outras lideranças do partido.

De forma alguma!

'De forma alguma!' diz Marquinhos sobre declaração de AJ que terá de apoiar André – "De forma alguma! Kassab me conferiu autonomia absoluta para dar destino ao PSD nessas eleições 2018 em nosso estado. Repito: tenho convivência harmoniosa e administrativa com Reinaldo e Marcelo Miglioli". Resposta que o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), acaba de dar ao Blog, ao ser indagado sobre a afirmação feita pelo empresário Antonio João Hugo Rodrigues, ex-presidente regional de seu partido, no Facebook, de que o ex-governador André Puccinelli teria ganho seu apoio na campanha em MS por ordem de Gilberto Kassab (veja abaixo).

 

'Só depois do carnaval'

– "Só comento isto depois do carnaval". Governador Reinaldo Azambuja, em resposta ao ser indagado sobre a declaração do deputado e presidente regional do PSDB, Beto Pereira, que afirmou, no início do ano legislativo na Assembleia, em sessão solene com a presença do governador, de que o partido já tem candidato ao governo, em referência ao projeto de reeleição do tucano.

Ex-vereador Alex anuncia saída do PT

O ex-vereador Marcos Alex Azevedo de Melo, que ficou conhecido como Alex do PT e foi candidato da sigla à Prefeitura de Campo Grande nas últimas eleições, anunciou no Facebook sua desfiliação do partido ao qual defendeu por 32 anos, alegando não ter "espaço politico no PT". Veja abaixo a íntegra da mensagem na rede social.

 

Juiz extingue punição ao vereador Lucas de Lima, que deve manter mandato

O juiz Dalton Kita Conrado da 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande declarou extinta a punição contra o vereador Lucas de Lima (SD), que, assim, não deve correr risco de perder o mandato na Câmara. Radialista e ex-sócio da pizzaria Tribo da Pizza, Lucas foi condenado pela Justiça Federal a um ano e quatro meses de prisão, convertidos em serviços comunitários, por vender bens do restaurante, dos quais era fiel depositário. O TRF3 e o STJ confirmaram a sentença nas instâncias superiores e ele seria enquadrado na Lei da Ficha Limpa, o que gera perda de mandato. Entretanto, a defesa alega que Lucas não teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral e agora o prazo para isso teria sido extinto. "Com a prescrição decretada, anula-se os efeitos da questão penal. Não é automático. Vamos levar a decisão (à Justiça Eleitoral) e anexar em todos os processos e comunicar o juiz. A lógica é que seja decretada de forma favorável ao vereador”, disse ao Blog o advogado Jeyancarlo Xavier da Luz. A defesa também vai pedir a suspensão de uma ação popular que levou a Justiça a mandar a Câmara suspender o pagamento de salários ao vereador.


Voltar


Colunista

Marco Eusébio

Marco Eusébio

Jornalista, blogueiro e analista político.


Saiba mais sobre Marco Eusébio...

Comente sobre essa publicação...