Semana On

Sexta-Feira 24.nov.2017

Ano V - Nº 281

Coluna do Marco Eusébio

Coluna Marco Eusébio Online

Marun na Secretaria de Governo?

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 10 de Novembro de 2017 - Marco Eusébio

'Tropa de choque' do PMDB quer o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) no lugar de tucano na Secretaria de Governo. A bancada do PMDB na Câmara está se articulando para ficar com a Secretaria de Governo, hoje com o PSDB. "Há uma conversa em andamento com o PP para os dois partidos juntos pressionarem para que Carlos Marun assuma a cadeira de Antônio Imbassahy. Em troca, Gilberto Occhi, do PP, ficaria com o Ministério das Cidades", disse a jornalista Juliana Braga, no blog do Lauro Jardim em O Globo.

Novos no TCE

Deputados aprovam Monteiro e Kayatt como novos conselheiros do TCE-MS
Por unanimidade, os 20 deputados presentes à sessão de hoje da Assembleia acabam de aprovar a indicação dos nomes do deputado federal licenciado como secretário de Fazenda, Márcio Monteiro, e do deputado estadual Flávio Kayatt (ambos do PSDB) para ocupar vagas abertas no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE-MS) com as aposentadorias dos conselheiros José Ricardo Pereira Cabral e Marisa Serra.

O principal cotado para a Sefaz

O fiscal de renda e atual secretário-adjunto Guaraci Luiz Fontana, que no início do ano comandou a Sefaz durante as férias de Márcio Monteiro, deve ser o novo secretário de Fazenda de Mato Grosso do Sul. Ligado a Azambuja desde os tempos em que o governador foi prefeito de Maracaju, Fontana é principal cotado no Parque dos Poderes para substituir definitivamente Monteiro, que está fazendo as malas, depois de a Assembleia aprovar sua indicação e a do deputado estadual Flávio Kayatt para o TCE-MS.

Advogado que discutiu com Moro na defesa de Lula fará palestra em Campo Grande

O advogado Juarez Cirino dos Santos, que atuou na defesa do ex-presidente Lula, fará palestra no dia 22 deste mês, a partir das 19h, no auditório da OAB-MS em Campo Grande, sobre o tema "A defesa penal em processos penais bélicos". Cirino ficou conhecido na mídia nacional após discutir com o juiz Sérgio Moro em dezembro do ano passado, durante depoimento de Mariuza Aparecida da Silva Marques, engenheira civil da OAS que trabalhou no tríplex do Guarujá, na Lava Jato. Em março, deixou a defesa do petista, alegando motivos pessoais. O evento faz parte do 1º Encontro da Advocacia Criminal de MS promovido pela Associação Brasileira de Advogados Criminalistas (Abracrim-MS) com apoio da Seccional da Ordem. O ingresso é um quilo de alimento não perecível e haverá emissão de certificados. Inscrições podem ser feitas pelo site da associação (clique aqui).

De volta ao PTB

Quinze anos depois de deixar o partido, o empresário e servidor público Manoel Oscar Mendes, que foi membro do diretório municipal da sigla na época do ex-senador Lúdio Coelho, voltou a se filiar hoje ao PTB em Campo Grande, com ficha abonada pelo ex-prefeito e presidente estadual do partido, Nelsinho Trad. Oscar, que já foi diretor-geral da Câmara e é o servidor mais antigo em atividade na Casa, é também conhecido por ter sido durante quase 20 anos proprietário da Churrascaria de Maracaju, no Parque Laucídio Coelho, principal ponto de encontro de visitantes, expositores e políticos durante a exposição agropecuária anual, a Expogrande.

Defesa de Lula pede anulação da delação de Delcídio e absolvição do ex-presidente

A defesa de Lula protocolou hoje na 10ª Vara Federal de Brasília, pedido para que seja a anulada a delação do ex-senador Delcídio do Amaral e a absolvição do ex-presidente na ação penal que trata da suposta compra do silêncio de Nestor Cerveró visando obstrução da Lava Jato. Os advogados Cristiano Zanin e José Roberto Batochio afirmam que os depoimentos "demonstraram, de forma clara e absoluta, ser fantasiosa" a versão apresentada por Delcídio no acordo de colaboração premiada e pedem a absolvição de Lula com base na "inexistência de prova do fato imputado". (Com Estadão)

PT quer se unir ao PDT, PCdoB, PSB e PV em frente de esquerda nas eleições de MS

O PT quer se unir ao PDT, PCdoB, PSB e PV em uma já chamada "Frente Democrática e Popular-MS" para as eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. Agamenon do Prado, presidente municipal do PT, diz não ver problema em o PDT sair na frente e ter programado para o próximo sábado o anúncio do juiz aposentado Odilon de Oliveira como pré-candidato ao governo. Para o petista, a frente de esquerda poderá apresentar até maio um programa de governo e um candidato(a) para encabeçar esse projeto. Agamenon diz que vai pedir ao deputado federal Zeca, presidente estadual do PT, que inicie entendimentos com dirigentes do PDT, PCdoB, PSB e PV neste sentido.

André assumirá a presidência do PMDB em ato político no dia 18 em Campo Grande

André Puccinelli assumirá a presidência do PMDB no dia 18 deste mês, substituindo o deputado estadual Júnior Mochi, e comandará o partido nas eleições de 2018 em Mato Grosso do Sul. O ato político será a partir das 9h no Golden Class, nos altos da Avenida Mato Grosso em Campo Grande, próximo à sede do PMDB, informa o presidente municipal da sigla, Ulisses Rocha. Falta confirmar quem vai representar o partido na sucessão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). André continua sendo o principal nome, mas caso o ex-governador resolva não ser candidato, o PMDB terá como opção Waldeli dos Santos Rosa. O prefeito de Costa Rica confirmou hoje que vai para o partido. "Está tudo certo, só falta combinar a data com o novo presidente que vai assumir no dia 18", disse Waldeli.


Voltar


Colunista

Marco Eusébio

Marco Eusébio

Jornalista, blogueiro e analista político.


Saiba mais sobre Marco Eusébio...

Comente sobre essa publicação...