Semana On

Domingo 12.jul.2020

Ano VIII - Nº 401

Coluna Marco Eusébio Online

PF prende blogueiro bolsonarista em MS

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 24 de Junho de 2020 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Polícia Federal prendeu hoje em Mato Grosso do Sul o blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio, um dos alvos do inquérito do Supremo que investiga atos antidemocráticos contra a Corte e o Congresso Nacional. A prisão autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, foi solicitada pela PF alegando risco de o investigado deixar o Brasil depois que ele esteve em Ponta Porã, visitou a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero e publicou nas redes sociais que "o segredo do sucesso do país vizinho no combate ao Coronavírus e a incrível marca de apenas 13 mortes, contra 54 mil no Brasil. A receita é simples: Comércio aberto e combate à desinformação da mídia". O site O Antagonista informa que ele é casado com Sandra Terena, cineasta de origem indígena que é a secretária nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, órgão ligado ao ministério comandado por Damares Alves. O perfil de Oswaldo no Twitter – que apresenta Sara Winter como "presa política" e diz que ele é "perseguido" – divulgou há pouco a mensagem abaixo dizendo que ele seria o "8º preso político do Brasil".

Contra petistas, Coronel David defende Bolsonaro na sessão virtual da Assembleia

O governo de Jair Bolsonaro foi tema de acalorada discussão entre o deputado Coronel David (sem partido), apoiador do presidente Jair Bolsonaro, e os deputados petistas Cabo Almi e Pedro Kemp na sessão virtual da Assembleia Legislativa de MS. Tudo começou quando David disse que iria apresentar moção de apoio a Bolsonaro, exaltando propostas do presidente que avançam no Congresso, como a que dobra de cinco para dez anos o prazo de validade da CNH, para quem tem até 50 anos; a que facilita a doação de alimentos por restaurantes e demais empresas para entidades filantróplicas e pessoas carentes; e a do marco legal do saneamento.

Em aparte, Almi "cumprimentou" David e disse que reconhece "essas conquistas de Bolsonaro", mas alfinetou dizendo que "é muito pouco para um ano e meio de governo e para o estrago e prejuízo que já trouxe para o povo brasileiro". O bolsonarista Capitão Contar (PSL), apontando para uma foto de Bolsonaro ao seu lado, então afirmou: "Deputado Cabo Almi, reconheça, essa pessoa aqui ó, o melhor presidente que o Brasil já teve".

Na tréplica, o Coronel David rebateu Almi dizendo que ficava "feliz em ver o PT reconhecer uma grande conquista para o povo brasileiro". E disparou: "É um governo que não tem resquício de corrupção, deputado Cabo Almi. A corrupção não faz parte do plano de governo do Jair Bolsonaro. Vossa excelência quando de forma bem educada que se manifesta ai nesse momento, mesmo fazendo uma crítica ao nosso governo, não pode esquecer que o partido do qual vossa excelência faz parte roubou a nação brasileira, roubou. Meteu a mão no bolso do brasileiro".

David ainda falava, quando foi interrompido pelo deputado Pedro Kemp (PT) que começou a repetir ao microfone: "O Queiroz que o diga!". O Coronel rebateu: "É mais um integrante desse partido de ladrões".

'Se houver estratégia para derrubar PEC da segunda instância, vou denunciar' diz Fabio Trad

Questionado sobre uma articulação do Palácio do Planalto e aliados do Centrão visando criar obstáculos para a votação e aprovação da PEC da prisão em segunda instância em agosto na Câmara, visando "esvaziar uma pauta de Sérgio Moro", o relator da proposta, deputado Fábio Trad (PSD-MS), disse hoje ao site O Antagonista: "se houver qualquer tipo de dissimulada estratégia para sepultar a PEC, vou denunciar abertamente". "A aprovação da proposta é um desejo da sociedade e, sobretudo, uma necessidade jurídica para o sistema legal brasileiro", acrescentou. Trad afirmou que seu relatório está pronto desde o início de abril e que o fato de o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ter sinalizado votação da PEC em agosto "já é sinal positivo de que há vontade para a sua aprovação". "O relatório é amplamente favorável à PEC. Quase todas as teses sugeridas por Sergio Moro e Cezar Peluso foram adotadas."

Nelsinho pede à Advocacia do Senado que acione a Justiça contra Roberto Jefferson

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS) anunciou em vídeo nas redes sociais que pediu à Advocacia-Geral do Senado para acionar a Justiça Federal contra o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, "para reparação de danos morais" contra ele e sua família. O ex-deputado disse hoje no Twitter que foi um "livramento" quando Nelsinho "deixou o PTB" e acusou "toda sua família" de estar recebendo o auxílio emergencial de R$ 600 reais do governo federal destinado a trabalhadores informais durante a pandemia da Covid-19 (veja aqui). "Vou até as últimas consequências para reparação dos danos sofridos, a mim e a minha família", diz Nelsinho. Veja o vídeo.

Kemp questiona uso dos recursos federais para combater Covid em MS

Informações sobre o uso de recursos extraordinários recebidos do Ministério da Saúde para combate ao coronavírus e tratamento de pacientes com Covid-19 em Campo Grande e em Mato Grosso do Sul do Sul serão solicitadas pela Assembleia às secretarias de Saúde do Município e do Estado. Autor dos requerimentos apesentados hoje na Casa, o deputado Pedro Kemp (PT) quer saber quanto foi repassado à Prefeitura de Campo Grande, à Santa Casa, ao Hospital do Câncer e ao Hospital Universitário da UFMS. Ele afirma que a Capital e hospitais "como a Santa Casa e o Hospital do Câncer" são os que mais recebem recursos públicos e cita declarações de dirigentes desses hospitais à mídia afirmando que não vão atender casos de Covid-19. "As informações são parte da fiscalização que temos que fazer, neste momento de crescimento da pandemia em nosso estado" disse o deputado.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Marco Eusébio

Marco Eusébio

Jornalista, blogueiro e analista político.


Saiba mais sobre Marco Eusébio...