Semana On

Sábado 06.mar.2021

Ano IX - Nº 433

Coluna Ponte Aérea

Genocidas

Raphael Tsavkko Garcia dá nome aos bois, e fala também de bolsonarismo, lulopetismo e quetais

Postado em 14 de Janeiro de 2021 - Raphael Tsavkko Garcia

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Uma das raras vezes em que concordei com Bolsonaro. Ele fez a parte dele sim. E essa parte se chama GENOCÍDIO. O que acontece em Manaus não tem outro nome. É resultado direto das políticas negacionistas e criminosas de Bolsonaro e seus bolsominions.

Tribunal Penal Internacional é o mínimo pra esse genocida.

O projeto do Bolsonaro é o genocídio. A população não está morrendo por mero descaso, é projeto. Nem toda incompetência do mundo explica a situação, apenas a mais pura intenção de cultuar a morte - como bom fascista - e oferecer os brasileiros em sacrifício (com apoio de milhões deles).

E o que acontece em Manaus deveria derrubar o governo. Deveria...

Mas olha ali o Maia sentado em trocentos pedidos de impeachment!

Olha lá o PT apoiando candidato do Bolsonaro no Senado!

Vejam só os Bolsominions espalhando fake news livremente e o STF sorrindo...

É desesperador.

Estou nesse momento TENTANDO escrever um texto para um jornal canadense sobre vacinação no Brasil, mas eu simplesmente não consigo fazer caber a quantidade de absurdos que estão acontecendo no espaço que eu tenho - e pela primeira vez começo a perder a capacidade de me distanciar e analisar fatos friamente.

FASCÍNIO

Acho fascinante como tem uma galera que fala que quando Temer assumiu, veio também o (neo)liberalismo. Como se Dilma fosse comissária soviética e não tivesse privatizado, patrocinado agronegócio, patrocinado obras criminosas (Belo Monte)...

Dá vergonha.

"A crise econômica é obra do Temer". Sim, amigo, tinha crise nenhuma antes não. E absurdos como Copa e Olimpíadas que destroçaram a economia são só coincidência. Dilma (e Lula) devem ter sido forçados, né? Como era mesmo papo de "se reclamar [da Copa] vai ter duas"?

Cadê aquele gráfico manipulado que coloca os cortes na pesquisa no colo do Temer quando o orçamento tinha sido aprovado por Dilma? Porque esse nunca falha, aparece sempre.

Bolsonaro é terra arrasada, mas foi Dilma que começou a preparar o terreno e a arrancar as primeiras árvores. Não venham com revisionismo histórico e desonestidade que não cola.

Uns amigos me perguntaram esses dias porque apesar de obviamente me revoltar com as loucuras e fake news da extrema-direita tupiniquim eu sempre deixei claro que não ficava surpreso ou exatamente chocado. Simples, porque eu convivi por anos com petistas fanáticos.

A estética é semelhante, a forma de agir idem. Se hoje é a extrema-direita com Gengivão e Gabinetes do Ódio, antes era o PT com Eduguim, DCM, MAVs e BlogProgs - do qual eu sou, vejam só, fundador. Sim, existem diferenças, claro, mas o fanatismo é virtualmente igual.

E, acima de tudo, o descolamento da realidade, as teorias conspiratórias, a irracionalidade... O que existe de diferente hoje é o alcance - as fake news da turma do PT tem menor penetração. O que os irrita, afinal eles são os loroteiros originais, mas os bolsominions os superaram.

Quando digo que não fico chocado é porque eu já vi esse filme - e em primeira mão. Os Bolsominions superaram os petistas (e por muito) na sua eficácia, mas não na loucura e descolamento da realidade.

Claro, existe uma diferença fundamental: Bolsonaro de fato representa de forma fiel e legítima as loucuras de seus seguidores. Já o Lula não. Ele se aproveita dos malucos, os usa (e abusa), mas no fim Lula, no poder, não se pautou pelos malucos. O que é um dado positivo, claro. Botava a turma da Gleisi pra ladrar, mas ele mesmo não mordia. Bolsonaro morde.

E aqui é apenas conjectura, mas talvez parte do que explique o "sucesso" das fake news bolsonaristas seja exatamente o comprometimento do chefe com elas, coisa que o Lula não fazia - aliás, fazia, mas selecionava, tinha curadoria de maluquice, era arma política, não a essência.

Querem um gostinho da loucura? Pois bem, petistas fanáticos estão espalhando que o Ortellado conspirou com o Boulos para tirar o Haddad da Folha. Sim, porque o Ortellado e o Boulos seriam fascistas e anti-PT. Acreditem.

Reparem os trechos em caps, a escrita espalhafatosa e quase enigmática (mal escrito mesmo)... A loucura é muito afim ao dos conspiracionistas bolsonaristas. HOJE a loucura Bolsominion é mais danosa, mas a loucura petista prejudica a esquerda e a criação de alternatias.

E isso é conspiração leve - em 2013 a coisa foi bem mais pesada, com gritos de VAI PM, com gente ensandecida tuitando pro perfil da PM a localização de ativistas, com (vejam a imagem) blogueiro fanático botando suástica, com o Paint, em bandeira anarquista, enfim, as consequências ali foram pesadas.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Raphael Tsavkko Garcia

Raphael Tsavkko Garcia

Raphael Tsavkko Garcia é jornalista e Doutor em Direitos Humanos.


Saiba mais sobre Raphael Tsavkko Garcia...