Semana On

Terça-Feira 13.abr.2021

Ano IX - Nº 438

Coluna Re-existir na diferença

Rose Marie Muraro: Matriarca do Feminismo no Brasil

Uma aposta numa transformação cada vez mais rápida, coletiva e pessoal

Postado em 10 de Março de 2021 - Ricardo Moebus

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Para esta semana do Dia Internacional da Mulher, publico nesta coluna trecho do livro “Os Seis Meses em Que Fui Homem”, da Matriarca do feminismo no Brasil, Rose Marie Muraro:

“Acho que, na hora exata, todos somos capazes de usar as forças mais profundas que jazem inaproveitadas em nosso corpo e que só aparecem na hora do perigo. Pois estamos em perigo. E aposto numa transformação cada vez mais rápida, coletiva e pessoal.

O meu carinho pessoal passa por aí, e não pelo misticismo dissociado da ação dentro do mundo e naquilo que ele tem de pior. É possível para cada um de nós refabricar o próprio corpo e a própria cabeça, e ainda mais possível é refabricar as próximas gerações. A grande transformação está em sermos capazes de viver todas as linhas não vividas do nosso ser e com isso eu sei que o sistema de poder explode. Por isso, leitor(a), mãos à obra!”


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Emerson Merhy, Ricardo Moebus, Régis Moreira e Túlio Franco

Emerson Merhy, Ricardo Moebus, Régis Moreira e Túlio Franco

Emerson Merhy e Ricardo Moebus são médicos, Túlio Franco é psicólogo e Régis Moreira é jornalista.


Saiba mais sobre Emerson Merhy, Ricardo Moebus, Régis Moreira e Túlio Franco...