Semana On

Domingo 12.jul.2020

Ano VIII - Nº 401

Coluna Re-existir na diferença

Samba da Virada

Tá na hora, é Bacurau, pra enfrentar esse boçal

Postado em 24 de Junho de 2020 - Ricardo Moebus

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

SAMBA DA VIRADA

Boto a máscara no rosto

E escondo esse desgosto

De ver a praça vazia

Sem amor, sem alegria

Desgastou a fantasia

De um enredo que passou

 

Acabou o carnaval

Isolado social

Eu não sei o que restou

Da velha democracia

Onde o povo decidia

Quem carregar no andor

 

Com a força de Ogum

Mestre Catundé e Oxum

Essa onda vai virar

Tá na hora, é Bacurau

Pra enfrentar esse boçal

E o Brasil libertar

 

E agora é sem Moraes

João Gilberto e sem Aldir

Para o samba não cair

Vou pedir para os meus guias

Para os santos vou rezar

Pro universo conspirar

Vem Kayapós Xikrins

Esquentar os tamborins

E o povo levantar

 

E o sol vem iluminar

A luz vai nos revelar

Quem está desafinado

Neste samba coroado

Que vem tudo transformar

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Emerson Merhy e Ricardo Moebus

Emerson Merhy e Ricardo Moebus

Emerson Merhy e Ricardo Moebus são médicos.


Saiba mais sobre Emerson Merhy e Ricardo Moebus...