Semana On

Quinta-Feira 14.dez.2017

Ano V - Nº 283

Governo dengue

Coluna Cine Drops

Chocante

A comédia no cinema brasileiro

Postado em 06 de Outubro de 2017 - Danilo Custódio

Valeska Silva, produtora audiovisual e colaboradora da Foco – Revista de Cinema, publicou na última segunda no blog Estado da Arte, do Estadão um olhar muito interessante acerca do espaço que o cinema nacional ocupa dentro de sua própria casa. Concordo muito com ela que, enquanto o mercado do cinema ao redor do mundo se sustenta através do já estabelecido tripé da produção, distribuição e exibição, o cinema tupiniquim no Brasil vem colhendo migalhas através de um tripé diferente: o festival, o debate e a crítica.

Muitos são os problemas que isso acarreta, afetando principalmente o espectador, que cada vez mais prefere o filme estrangeiro ao brasileiro. E é como Valeska disse: “há razões muito específicas para que isto ocorra”, uma vez que nossa política tende a abrir as pernas para o produto estrangeiro, na intenção de capitalizar apenas com o escoamento das matérias primas abundantes em nossos recursos naturais. Mas felizmente ainda existe uma pequena fatia da produção cinematográfica brasileira que é destinada à atender essa demanda do mercado nacional, que cresce a cada dia.

Porém, o risco do alto investimento – sempre na casa dos milhões – é tão grande, que os produtores brasileiros acabam tornando nosso espectador refém do que parece ser a única receita de bolo que realmente deu certo por aqui: a comédia. Salvo raras exceções de outros gêneros que conseguiram alcançar números relevantes de bilheteria, os filmes de comédia são os únicos que realmente conseguem lucrar em nosso mercado. E olha que fazer uma boa comédia não é fácil, mas comercialmente falando, mesmo caindo naquela comédia ridícula a coisa ainda acaba dando um bom retorno.

E assim chega mais uma comédia nas telonas desse Brazilsão. Chocante, de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, até que se passa por uma nova proposta de comédia tupiniquim, nessa intenção de representar a cultura pop dos anos 80 em todo seu esplendor, resgatando looks bregas e músicas com letras que jamais sairão de nossas cabeças. Na história, quatro quarentões e antigos integrantes de uma boyband se reencontram durante o funeral do quinto elemento da formação original do conjunto. Diante do caixão, rememorando os velhos tempos, eles decidem voltar aos palcos. Quem já viu garante que existem alguns momentos de muita gargalhada. Bora conferir?

Polanski e o estupro

No auge dos seus 61 anos vividos, a ex-atriz Renate Langer é a quarta mulher a acusar o diretor Roman Polanski de abuso sexual. Segundo Renate, o cineasta a estuprou em fevereiro de 1972, quando ela tinha 15 anos, na sua casa no vilarejo de Gstaad, em Berna. A denúncia foi feita na Suíça, país onde a legislação não prescreve crimes sexuais contra menores de idade. Porém, a lei vigente por lá limita o número de casos que podem gerar acusações formais dependendo do tempo entre a data do crime e sua denúncia. Caberá a um promotor público de Berna avaliar se Polanski será oficialmente processado nesse caso ou não.

Semana pela Soberania Audiovisual

Soberania Audiovisual é um movimento que surge dos grupos de cine-comunitário da América Latina e Caribe como expressão popular de reivindicação da memória coletiva e do protagonismo cultural das comunidades e seus habitantes. O projeto nasceu em La Paz como proposta coletiva de distribuição e articulação do audiovisual no continente, para confrontar o cinema comercial que se apropria das imagens comunitárias para vende-las na TV e no cinema. Trata-se de um movimento que seleciona filmes baseados nas culturas urbanas, rurais e indígenas que apresentem diferentes pontos de vista que não frequentam espaços na rede de distribuição comercial. Até dia 24/10, exibidores e realizadores podem se inscrever aqui cadastrando seus locais de exibição ou seus filmes em diferentes categorias. Ficou interessado? Acesse o site oficial e conheça!


Voltar


Colunista

Danilo Custódio

Danilo Custódio

Cinéfilo desde criancinha. Coordenador e professor na escola de artes visuais e cinema Espaço de Arte.


Saiba mais sobre Danilo Custódio...

Comente sobre essa publicação...