Semana On

Domingo 20.out.2019

Ano VIII - Nº 368

Coluna Cine Drops

'Coringa' conquista Leão de Ouro em Veneza e drama de Polanski vence Prêmio do Juri

Joaquin Phoenix interpreta o adversário do Batman em sua transformação de um solitário vulnerável a um vilão confiante

Postado em 11 de Setembro de 2019 - Huffpost e Galileu

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O drama sombrio Coringa, sobre as origens do vilão, conquistou no último dia 7 o Leão de Ouro no Festival de Cinema de Veneza, enquanto o drama militar de Roman Polanski sobre o notório caso Dreyfus na França venceu o Grande Prêmio do Juri.

Joaquin Phoenix, que recebeu elogios de críticos no festival, interpreta o adversário do Batman em sua transformação de um solitário vulnerável a um vilão confiante.

Coringa se distancia dos filmes típicos de super-heróis, com o diretor Todd Phillips (Se Beber, Não Case!), que disse ter se inspirado nos filmes de estudo de personagens dos anos 1970, usando iluminação e música sombrias o tempo todo.

“Quero agradecer à Warner Bros e à DC por terem saído de sua zona de conforto e terem adota uma postura tão ousada em mim e neste filme”, disse Phillips em seu discurso de agradecimento.

Coringa chega aos cinemas brasileiros no dia 3 de outubro.

Assista ao trailer:

Outros premiados

Em uma decisão surpreendente J’Acuse (Eu Acuso), de Polanski, recebeu o Leão de Prata-Grande Prêmio do Júri.

Numa época de #MeToo e com apenas duas diretoras do total de 21 cineastas na competição, os organizadores do festival enfrentaram críticas por incluir o trabalho de Polanski no programa devido à nova controvérsia sobre sua condenação por um crime sexual.

Eles defenderam a inclusão, afirmando que era o filme, não o homem, sendo julgado.

Polanski, que fugiu dos Estados Unidos depois de se declarar culpado em 1977 por fazer sexo ilegal com uma menina de 13 anos em Los Angeles, não viajou para Veneza para o festival.

Sua esposa, a atriz Emmanuelle Seigner, que estrela o filme, recebeu o prêmio em seu nome.

O ator italiano Luca Marinelli venceu o prêmio de Melhor Ator por sua interpretação de um pobre aspirante a escritor em Martin Eden, enquanto a francesa Ariane Ascaride venceu o prêmio na categoria feminina.

Ascaride venceu por seu papel em Gloria Mundi, drama ambientado em Marselha no qual interpreta uma mãe desesperada para ajudar sua família, que passa por problemas financeiros.

O Leão de Prata para melhor diretor foi para o sueco Roy Andersson por About Endlessness, uma colagem de histórias curtas de bondade e crueldade.

Documentário questiona preconceito com pessoas que vivem com HIV

Apesar da constante evolução na resposta médica e científica em relação ao desenvolvimento de terapias capazes de lidar de maneira mais efetiva contra o vírus HIV, ainda há muito preconceito em relação às pessoas que convivem com a doença. É com o objetivo de quebrar a falta de informação que o documentário Carta Para Além dos Muros mostra como a doença ainda gera situações de medo, insegurança e exclusão. O longa estreará nos cinemas no dia 26 de setembro.

Dirigido por André Canto, o filme é o primeiro do gênero a refazer a cronologia do HIV e da Aids no Brasil. Há imagens de arquivo e entrevistas com médicos, pessoas que vivem com HIV, ativistas e figuras públicas. 

A produção explica o conceito de "populações vulneráveis", que designa de forma mais precisa, respeitosa e humana, as populações que, historicamente, encontram-se em situações de maior risco de exposição ao HIV.

O filme conta com depoimentos de 36 pessoas, como o da dermatologista Valéria Petri, que identificou o primeiro caso de Aids no Brasil, dos médicos Dráuzio Varella, Ricardo Tapajós e Rosana Del Bianco, dos ex-ministros da Saúde José Serra e José Gomes Temporão, e da mãe de Cazuza, Lucinha Araújo.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Colunista

Danilo Custódio

Danilo Custódio

Cinéfilo desde criancinha. Coordenador e professor na escola de artes visuais e cinema Espaço de Arte.


Saiba mais sobre Danilo Custódio...